Os lucros do jornalismo colaborativo

Um estudo apresentado hoje pela eMarketer avalia as potencialidades de lucro do conteúdo gerado pelo usuário (UGC), o “User-Generated Content: In Pursuit of Ad Dollars“.

O artigo que me foi enviado pelo Walter Toscano chama-se “Can User-Generated Content Generate Revenue?” e apresenta alguns números interessantes.

1) A projeção que a eMarketer faz é de que hoje existem cerca de 77 milhões de produtores de conteúdo somente nos Estados Unidos. A perspectiva é de que, em 2012 esse índice chegue a 108 milhões.

E o relato destaca, aos céticos e advogados do diabo: “The content is being read, seen and heard, too.”

2) … Pois o número de consumidores de UGC, também naquele país, chega a 94 milhões hoje, com projeção de atingir a marca dos 130 milhões dentro dos próximos 4 anos.

Os ambientes onde acontece essa fruição podem ser desde empresas clássicas como a CNN, até com tons tradicionais, como a MSNBC, chegando a startups, como YouNewsTV.

Paul Verna, analista sênior da eMarketer, justifica assim um provável aumento da verba publicitária em iniciativas de UGC.

O incentivo dos anunciantes a esse tipo de conteúdo pode não ser imediato, mas será significativo. O relatório antecipa que o lucro obtido por projetos de UGC, hoje fixado em US$ 162 milhões, pode subir para US$ 824 milhões até 2012.

Estou na torcida!!

About Ana Brambilla

Sou jornalista, doutoranda em jornalismo e mídias sociais, nasci em Porto Alegre, amo São Paulo e moro em Buenos Aires ^.^
This entry was posted in Colaboração, Jornalismo Colaborativo. Bookmark the permalink.

One Response to Os lucros do jornalismo colaborativo

  1. Breiller says:

    77 milhões???

    Muita coisa, hein? Será que no Brasil esse número atinge a casa de um milhão?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>